Dicas de Saúde

30

set

Brasil deve registrar 625 mil novos casos de câncer até 2022

O envelhecimento da população é um dos fatores que deve impulsionar o crescimento do número de casos de câncer no país nas próximas décadas. De acordo com o INCA — Instituto Nacional de Câncer — durante o triênio 2020-2022, serão registrados ao menos 625 mil novos casos da doença, excluindo os casos de câncer de pele não-melanoma.

Mesmo com a população brasileira envelhecendo cada vez mais, esse número também reflete a negligência de grande parte das pessoas com a realização de exames rotineiros regulares, que no caso de doenças como o câncer, são essenciais para auxiliar no tratamento ou até mesmo prevenção, desde que identificadas cedo e em estágios iniciais.

No caso do câncer de mama, por exemplo, o autoexame é uma das principais medidas que ajudam no diagnóstico precoce. Felizmente, uma parcela significativa de mulheres adota o procedimento, que procura identificar nódulos nessa região do corpo que indiquem a presença da neoplasia.

Por fim, a estimativa do INCA acende um sinal amarelo no combate a uma doença que atinge milhares de pessoas todos os anos no Brasil, reforçando ainda mais a necessidade de levar uma vida saudável e com checagens médicas regulares.

Para mais conteúdos como esse, continue acompanhando a Oncologistas Associados nas redes sociais.

Postado por:

Oncologistas Associados

Categorias: Dicas de SaúdeOncologia